Notícias
Você está na seção de Notícias da Central de Mídia. Aqui você encontra notícias e reportagens sobre a antidopagem no esporte e sobre as ações da ABCD

Atletas já podem checar no site da ABCD, por nome comercial, quais medicamentos fazem parte da lista da WADA

É importante que profissionais ligados ao esporte, de atletas a dirigentes, acessem o site da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem www.abcd.gov.br que foi remodelado agora em janeiro e traz novidades, como explica a diretora do Departamento de Informação e Educação da ABCD, Ana Cristina Ribeiro da Cunha. Há um banner onde se pode digitar o nome comercial de qualquer medicamento, ou de um princípio ativo, para checar se está na relação atualizada de substâncias proibidas da Agência Mundial Antidopagem (AMA, ou WADA, na sigla em inglês), em vigor desde o dia 1º deste mês.

No site há também um banner que se abre com orientações para o atleta solicitar a Autorização de Uso Terapêutico (AUT), em caso de necessidade de medicamento prescrito pelo médico e contenha alguma substância proibida no seu esporte.

O “Fale com a ABCD” é um canal direto, para perguntas mais específicas, mas o “Perguntas e Respostas” já tem 195 questões cadastradas.

Dentre as dúvidas mais freqüentes, como explica Ana Cristina, tem destaque o tópico “prejuízos para a saúde do atleta” pelo uso de substâncias proibidas.

O novo site da ABCD explica quem são os agentes de controle de dopagem e o passo a passo feito na competição e fora dela (assim como a obrigatoriedade do atleta informar sua localização em datas determinadas – o chamado “whereabout”).

“Temos vários itens do controle de dopagem bem explicados e é importante que aqueles ligados ao esporte naveguem no site da ABCD, que é a referência no assunto, para os brasileirosl”, afirma Ana Cristina. “É fundamental sobre antidopagem é essencial e, para isso, também temos no site brincadeiras educativas, como cruzadinhas e caça-palavras.”

É importante que aqueles ligados ao esporte se informem sobre o novo código da AMA, que no geral “endurece regras para atletas que se dopam de forma intencional, mas flexibiliza regras para atletas que apresentem resultados adversos por dopagem não intencional”.

A diretora da ABCD diz que nas highlights do novo site já é possível acessar uma apresentação resumida do novo código, em português, com os principais tópicos, além da versão integral em inglês. “Em breve teremos a versão mais extensa em português também. É muito importante chamar a atenção do atleta, para que entre no site da ABCD e se mantenha informado”, assinala.

“O novo código amplia de dois para quatro anos a sanção mínima e prevê a corresponsabilidade das equipes técnicas e dos agentes esportivos envolvidos em casos de dopagem”, destaca Ana Cristina.

Fonte: ASCOM - Portal ME

Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem – ABCD
Setor de Indústrias Gráficas - SIG, Quadra 04, lote 83
Bloco C, 2º andar, sala 201
Condomínio Capital Financial Center
70610-440 - Brasília DF
Tel: +55 61 3429 6919
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

© 2014 Ministério do Esporte. Todos os direitos reservados.