Família unida no esporte e na antidopagem

 

 

 

 

 

 

 

 


Legenda: Tia, atleta e mãe pela antidopagem


A atleta Jaqueline Dalia, de 51 anos, esteve em São Bernardo do Campo – SP para competir pela Copa Brasil. Ela levou a mãe e a tia para assistirem sua prova. Participaram dos jogos, responderam as questões sobre antidopagem e vestiram a camisa do atleta limpo. A alegria contagiante dessa família foi um sucesso à parte no estande da ABCD.

“Acho muito válida a ação de vocês, porque é motivante e tem um sentido de causa”, disse Jaqueline Dalia.

 

 

 

 

 

 

 

 


“Isso que vocês estão fazendo aqui é muito importante, porque faz com que o atleta seja um atleta de primeira, sem usar drogas. Porque, pra mim, dopagem é droga.”, afirmou Dirce Dalia, mãe de Jaqueline.

“É preciso o apoio dos pais e da família. Ele tendo tudo isso e amor ele vai em frente sem droga nenhuma e vence na vida”, disse dona Iracema, tia de Jaqueline

  

Veja também