ABCD informa protocolo de atuação durante período de pandemia

A Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) segue os protocolos adotados pela Agência Mundial Antidopagem (AMA-WADA), em consequência da caracterização do COVID-19 (novo Coronavírus) como pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS). A entidade nacional também manterá contato regular com o Instituto de Organizações Nacionais Antidopagem (iNADO) para definir as atividades e decisões sobre as políticas a serem adotadas no período que durar a pandemia.



Dessa forma, a ABCD não irá interromper os testes realizados fora de competição e aguardará a posição oficial e final sobre a realização dos Jogos de Tóquio 2020 para reavaliar o Plano de Distribuição de Testes (PDT) aprovado para este ano.

A organização também repassará todas as orientações de segurança e saúde no processo de coleta aos oficiais com o objetivo de resguardar todos os agentes envolvidos no processo de controle de dopagem no país, especialmente os atletas. As demais atividades internas da ABCD obedecem às recomendações do Ministério da Saúde e as Instruções Normativas do Ministério da Economia publicadas sobre o tema.

Vale destacar que a essência da antidopagem é proteger os atletas e garantir seu direito de competir em um campo saudável, limpo e justo. Assim, é importante que os atletas mantenham os dados atualizados no Sistema ADAMS, principalmente em caso de alteração nos planos de treinos ou cancelamento de eventos.

Também é fundamental solicitar formalmente a Autorização de uso Terapêutico caso seja necessário utilizar algum medicamento com qualquer substância da lista proibida. É importante destacar que via de regra o uso está autorizado somente após a concessão da AUT. As orientações e formulários estão disponíveis aqui. A solicitação deve ser enviada para o e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Para mais informações acesse @EsporteGovBR e www.abcd.gov.br